Por qual motivo os cálculos para ferroviários e aeronautas custam mais caro?

vamos explicar o motivo da diferença de preço na tabela Grupo QUALICONT


Uma dúvida recorrente de nossos clientes é por qual motivo os cálculos trabalhistas realizados para reclamantes ou reclamadas dos âmbitos de transportes ferroviário e aéreo custam valor superior aos demais cálculos trabalhistas (clique aqui e veja tabela). Vamos explicar abaixo!


Pela tipologia de operação dos dois setores citados quase 100% dos cálculos realizados demandam digitações de cartões de ponto (horários de entrada e saída) para aferição de horas extras e migração de valores e verbas recebidas no pacto para apuração dos deferimentos. Ocorre que reclamantes desses 2 segmentos contam com caracterísicas especiais que tornam o tempo de execução do cálculo por nossos peritos muito superior ao tempo médio de outros tipos de cálculos, quais sejam:

- Cartões de ponto em regimes especiais com várias "pegadas" distintas e vários tipos de apurações diferentes (por tipo de adicionais, por tipo de regime, por dia, por escala, etc). Ou seja, raramente cálculos de ferroviários demandarão apenas a migração de horário de entrada e horário de saída por dia trabalhado como é o normal em outros cálculos de horas extras de outros segmentos.

- Grande número de verbas e adicionais recebidos durante o pacto o que amplia sobremaneira o tempo de inserção de valores e verbas pagas nas planilhas (para apuração das diferenças, bases de cálculo, etc).


Como todos sabem um dos grandes diferenciais do Grupo QUALICONT é trabalhar com um valor tabelado para a área de cálculos trabalhistas e isso ocorre pois nos baseamos, profissionalmente, em uma coisa chamada "tíquete médio", os seja, qual valor médio é necessário praticar para se pagar todos os custos e se atingir a lucratividade necessária com qualidade e segurança operacional. Ocorre que serviços de cálculos para os âmbitos de ferroviários e aeronautas fogem completamente a esse tíquete médio pelas razões já explicadas e justamente por isso há necessidade de praticarmos um valor um pouco maior em prol da segurança operacional, tecnologia e qualidade de nossos serviços.


Apesar de estarmos em 2022 na área de cálculos judiciais ainda não há mágica: é um serviço intelectual, puramente humano (não automatizável) e que demanda tempo, ou seja, os 2 ativos que vendemos são nosso conhecimento e nosso tempo de execução.


Por último mas não menos importante é salutar observamos que em virtude de nossa política de total respeito a nossos clientes sempre existiu previsão em nosso Termo de Adesão registrado para prática de valores diferenciados em função de necessidades diferenciadas. Eis como dita a cláusula 3.5 de nosso Termo de Adesão:


"3.5. O Grupo QUALICONT poderá ao seu exclusivo critério estipular valor diverso dos valores de tabela a fim de responder a variações como complexidade da causa, demanda de horas utilizadas para a execução dos serviços ou quantidade de serviços já contratados e presentes em agenda técnica. De toda forma o sempre será informado dos custos e necessidade de valores e serviços extras antes da contratação e pagamento, conforme regras estipuladas na Cláusula 3.1"


Grupo QUALICONT, desde 2005 modernizando o segmento de cálculos judiciais.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo